fbpx

Fedor no umbigo, um sinal de alerta!

O umbigo carrega mais de 67 tipos de bactérias, além de suor e sujeira, então é natural ter um cheiro ruim, mas quando o fedor vem acompanhado de alguma secreção, líquido ou pus, então o sinal de alerta deve ser ligado.

Muita gente não sabe, mas o umbigo é uma cicatriz formada pelo cordão umbilical. Ele não tem nenhuma função após o parto, somente um local ótimo para as bactérias se alojarem.

Germes e bactérias que se acumulam nessa região, podem desencadear alguns problemas, como mau cheiro. Em alguns casos, cistos ou uma infecção. Manter o umbigo limpo faz parte da higiene, te livra do mau cheiro e permite mantê-lo saudável.

Causas do mau cheiro no umbigo

O umbigo faz parte do nosso corpo, por isso merece o mesmo cuidado e higiene. Nem sempre a falta de higiene é culpada. Pós cirúrgico, aplicação de piercing, se não forem cuidados, desencadeiam vários problemas.

O fedor nessa área é um sinal de algo está errado. Vejam quais os caudadores desse cheiro ruim:

  • Infecções por estreptococos, estafilococos ou fungos.
  • Cistos sebáceos, pilar ou epidermóides.
  • Infestação de germes.
  • Acúmulo de sujeira e suor.
  • Recém nascido

Infecções

O estreptococos é um tipo de bactéria que pode causar várias doenças, embora na maioria das vezes é inofensiva. O staphylococcus na maior parte dos casos, provoca abscessos ou infecções.

Infecção por fungos podem provocar várias doenças, como candidíase, pano branco, frieira ou micose. Quem é diabético, passou por uma cirurgia de hérnia umbilical ou colocou piercing, deve tomar cuidado com infecções por fungos. A hiperglicemia diminui a capacidade do organismo de combater essas infecções.A cirurgia de hérnia umbilical e piercing aumentam o risco de infecções no umbigo, incluindo sintomas como febre, formação de pus e vermelhidão no local.

Cistos

Cisto são tumores duros ou moles, cheio de líquidos ou pus.

Os cistos sebáceos são formados por um tipo de sebo, que serve para proteger e lubrificar a pele. Quando infecciona, necessita tratamento de remoção. Cistos pilar inicia no folículo piloso, ou seja, um pelo infecciona formando cisto. O cisto epidermóides é um tumor benigno, subcutâneo, com coloração amarelada ou avermelhada e doloroso.

Germes e falta de higiene

Esse é um dos inimigos mais comum. O umbigo funciona como um depósito para suor e sujeira. A maioria das pessoas esquecem de limpar a parte interna do umbigo, por isso os germes acabam se proliferando nesse local. Basta manter limpo para eliminá-las.

Bebês

É normal um bebê recém nascido ter cheiro ruim no umbigo após o nascimento. Quando o cordão umbilical é cortado, o umbigo leva cerca de três dias até duas semanas para formar. Durante esse período é natural o cheiro ocorrer. Se após as duas semanas, o cheiro não sumir, procure um médico.

Sintomas e riscos

Na maioria das vezes, o fedor não é algo para se preocupar, mas quando alguns dos sintomas abaixo surgem, então está na hora de procurar o médico para analisar o seu umbigo.

  • Febre
  • Inchaço
  • Dor ao tocar
  • Dor ao urinar
  • Coloração vermelho ou amarelada
  • Pus
  • Corrimento

Se o cheiro persiste por um longo tempo, mesmo depois de uma boa higiene, também deve buscar um médico para consultar.

Tratamento

No caso da infecção, além do remédio ou pomada receitada pelo médico, você deve manter a região sempre limpa e seca. A umidade favorece a infecção no local.

Pessoas com diabete ou acima do peso devem tomar o dobro de cuidado. Ingerir menos açúcar também é indicado.

No caso dos cistos, o ideal é procurar um dermatologista para aplicar algum medicamento. Em determinados casos, uma drenagem ou remoção será necessário.

Por último, mas não menos importante. A limpeza é fundamental.

Como limpar o umbigo

Parece óbvio a limpeza do umbigo, mas muitos não fazem. Vejamos o passo a passo!

  1. Durante o banho, aproveite a água do chuveiro e o sabão para limpar a região usando os dedos. Não precisa esfregar. Apenas certifique-se de limpar por dentro, sem usar muita força.
  2. Não deixe qualquer resquício de sabão.
  3. Seque com auxílio de uma toalha limpa.
  4. Não aplique hidratante na área.
  5. Pelo menos uma vez na semana use o cotonete para limpeza.

Repetindo, se nada disso não tirar o cheiro ruim, então procure o médico.

Alguma dúvida, crítica ou sugestão? Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *