fbpx

Suor noturno e mau cheiro – Devo me preocupar?

Já recebi várias perguntas sobre pessoas preocupadas com suor noturno. A preocupação é maior quando acompanhado de odor forte, principalmente em noites que não faz tanto calor.

Será que isso é normal ou sinal de alguma doença?

Segundo o médico dermatologista, Caio Lamunier, o suor excessivo noturno pode ser sinal de várias doenças ou alterações hormonais.

Calma, não há motivo de tanto alerta. Acredite, mesmo fazendo frio ou não esteja usando cobertor, suar durante a noite pode ser mais comum do que imagina. Você não é o único!

Um estudo foi divulgado que cerca de 41% das pessoas já relataram suores noturnos ao visitar o médico. Isso é quase metade das pessoas que visitam o clínico geral.

Em muitos casos, a pessoa chega acordar com as roupas molhadas ou lençóis encharcados de suor. Esse episódio também é chamado ou conhecido por ondas de calor.

Será que você tem algum problema?

Sintomas do suor noturno

Os relatos são inúmeros, tanto homens quanto mulheres podem sentir, mas a maior incidência é no público feminino. O suor pode ser acompanhado de:

  • Dor – Pode ser dor nas articulações, abdominal, garganta ou na cabeça.
  • Odor – O cheiro pode ser forte ou azedo.
  • Calafrios – Mesmo nas noites de inverno ou baixa temperatura, a transpiração acontece com calafrios.
  • Áreas – As regiões mais comuns: Cabeça, pescoço ou nuca. Pernas e atrás do joelho é menos comum, mas podem ocorrer.
  • Boca seca
  • Falta de ar, tontura, fadiga ou mal estar
  • Inchaço

Suar a noite é sinal de alguma doença?

Segundo a Dra Dee Anna Glaser, fundadora da Sociedade Internacional de Hiperidrose, dermatologista, suores noturnos não devem ser ignorados. Várias doenças podem causar essa transpiração mesmo durante o sono.

O ideal é procurar um médico para fazer uma avaliação e realizar um exame completo. O médico avaliará todo o seu histórico, inclusive se viajou recentemente.

Avaliação não é um Quizz do grupo farmacêutico Novartis. Ele não substitui a consulta médica. Muito cuidado ao consultar em sites da internet.

Doenças relacionadas ao suor noturno

O que pode ser? Quando se preocupar? Saibam as doenças ligadas ao suor durante a noite.

Hormonal

A menopausa é um dos principais causadores. Os sintomas da menopausa começam antes do término do ciclo menstrual da mulher. O suor noturno pode ser um sinal que a menopausa está próxima.

Outras mudanças hormonais podem causar, como gravidez, período menstrual e o uso de esteroides pelo público masculino.

Distúrbios hormonais, incluindo hipotireoidismo, síndrome carcinoie e feocromocitoma.

Infecções

  • Tuberculose
  • Endocardite
  • Osteomielite
  • Furúnculos
  • Apêndice
  • HIV
  • Amígdalas

Emocional

Estresse, nervosismo ou ansiedade.

Suor noturno idiopático

Se todas as opções forem descartadas, o médico diagnostica suor sem causa definida.

Gastrointestinal

Problemas no estômago ou intestino também podem desencadear a transpiração. Refluxo ou diarreia, por exemplo.

Obesidade

Por conta do excesso de gordura no corpo é normal a transpiração excessiva. Assim como a perda de peso é um dos motivos para esse suor, independente do seu peso.

Remédios relacionados

O uso de algum medicamento é uma causa comum. Os antidepressivos são os principais causadores. Remédios indicados para diminuir o nível de glicose no sangue e outros remédio para febre, como Aspirina (AAS). O ideal é ler a bula do remédio, verificando seus efeitos colaterais descritos.

Alimento apimentado, condimentados, cigarro e álcool. Evitem antes de dormir.

Investigar esse causa com um médico especialista é a melhor maneira para acabar com esse suor ao dormir.

Alguma dúvida, crítica ou sugestão? Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *